Publicado por: Thomas Kang | maio 25, 2011

Convocatória Ecumêncica Internacional pela Paz – IEPC

“Glória a Deus e Paz nas Alturas” –  Este é o tema da Convocatória Ecumêncica Internacional pela Paz – IEPC, que inicia na terça-feira, dia 17 de maio em Kingston, na Jamaica. Durante 8 dias, representantes de igrejas membro do Conselho Mundial de Igrejas estarão reunidos em Kingston para um momento de celebração e avaliação da Década pela Superação da Violência.  Muitas atividades foram realizadas pelas igrejas ao redor do mundo durante esta década e a proposta é de que a celebração em Kingston seja também um momento inspirador para a continuidade do trabalho pela Paz.

O encontro discutirá a Paz de acordo com quatro subtemas: Paz na Comunidade, Paz com a terra, Paz no mercado de trabalho e Paz entre as pessoas. Além disso, um documento entitulado “Um chamado Ecumênico para a Paz Justa” será apresentado com o objetivo de guiar as igrejas membro em seu contínuo trabalho pela paz.

Eu sou uma d@s jovens selecionad@s para servir como steward durante a IEPC. Nós somos 40 jovens de cerca de 22 países ao redor do mundo e estaremos trabalhando durante o evento com questões de logística, auxiliando em tarefas como distribuição de documentos e materiais, acolhida, organização de espaços. Porém, ser um steward não significa apenas trabalho logístico. Em preparação para o evento, estamos participando do Programa de Aprendizado Ecumênico, onde temos oportunidade de discutir com outros jovens questões de Paz em nossa realidade, além de aprender  e compartilhar experiências de diferentes partes do mundo

Em nossa IECLB, que também é membro do Conselho Mundial de Igrejas, temos como tema para este ano Paz na Criação de Deus, Esperança e compromisso. E é neste sentido que também estamos refletindo em nossas comunidades sobre a construção de uma Paz Justa, que começa com todas as pessoas tendo os mesmos direitos, as mesmas possibilidades de sonhar, o mesmo acesso a uma vida com dignidade e onde todos assumam sua responsabilidade com os bens comuns, com o nosso planeta, com a criação de Deus.

A Paz Justa começa no cuidado com a criação. Podemos citar como exemplos o cuidado com o lixo que produzimos, os alimentos que ingerimos todos os dias , os materiais que necessitamos em nosso trabalho, em nossas casas. Você sabe de onde vem os alimentos que você consome? Que tipos de coisas você está comprando e  em qual quantidade? É realmente necessário? Que tipo de trabalho foi usado na produção desses materiais? É com pequenas reflexões como esta que avançaremos na discussão sobre dignidade e PAZ Justa, preocupando-nos em construir Paz nas coisas mais simples que fizermos, seja em casa, seja na comunidade, no nosso local de trabalho e assim, entre todas as pessoas.

Se você tem interesse em acompanhar o que será tratado durante a Convocatória Ecumênica Internacional pela Paz e ainda participar: http://www.superarlaviolencia.org/es/convocatoria.html

Daniele Schmidt Peter

Paróquia Ascensão – Canguçu

Anúncios

Nos dias 24 e 25 de janeiro, na sede da IECLB em Porto Alegre, os quatro jovens selecionados para o intercâmbio na Igreja Luterana da Suécia: Lívia, do Sínodo Espírito Santo; Reinaldo, do Sínodo Brasil Central; Martha, do Sínodo Vale do Itajaí e Maurício do Sínodo Centro-sul Catarinense tiveram um encontro de preparação. A viagem dos jovens para a Suécia será no dia 3 de março de 2011 e o retorno em maio. O encontro de preparação oportunizou a integração dos intercambistas, bem como foram repassadas informações relativas ao programa. A reunião contou ainda com a presença das jovens de Sibeli Diefenthaeler e Graziela Bobsin que já participaram do programa.  Além de valiosas informações, o grupo teve momentos de integração e passeios na capital gaúcha. Esse tempo de preparação antes da viagem é de extrema importância, pois possibilita aos jovens momentos de convivência e claro, estudo e conhecimento dos objetivos e expectativas da IECLB quanto a esse intercâmbio. Os quatro selecionados estão muito empolgados e ansiosos para que a viagem se inicie! Os intercambistas expressam sua gratidão à Graziela e Sibeli, bem como ao Cat. Edson Ponick pela condução dos trabalhos nesses dois dias.

                                                                                                    Martha Regina Maas

Publicado por: Thomas Kang | janeiro 27, 2011

Programa Juntos com a FLM: A terra precisa de você

Programa Juntos com a FLM: A terra precisa de você

Período: maio a outubro de 2011

Prezados irmãos e prezadas irmãs em Cristo

Com alegria, queremos motivar os grupos de jovens da IECLB a candidatar-se para participar do Programa da FLM Juntos com a FLM- A terra precisa de você, promovido pela Federação Luterana Mundial.

Participar de um intercâmbio sempre enriquece as pessoas nele envolvidas. Nesse caso, a FLM pretende envolver ainda mais jovens, propondo um intercâmbio virtual, conforme segue.

Local e global

Três grupos de jovens em diferentes continentes entrarão em contato entre si, através de fóruns virtuais, via e-mail e outros meios. Assim, os grupos locais continuam trabalhando dentro de seus contextos, e ao mesmo tempo trocam informações com os outros grupos, inspirando uns aos outros com suas ações e proposições.


A base comum desse intercâmbio é a fé cristã. Todos os grupos de jovens vão estudar a mesma passagem Bíblia e partilhar os seus pontos de vista com os outros dois grupos.

Trabalhando ativamente pela justiça ambiental

Os jovens luteranos, na Pré-Assembleia Mundial de Jovens em Dresden, elegeram a justiça ambiental e a sustentabilidade como temas prioritários para a FLM. O programa Juntos com a FLM auxilia na análise de situações concretas nos contextos locais e também no contexto de outros jovens cristãos. Os grupos irão organizar atividades em pequenas escalas a fim de promover a temática.

Como vai funcionar?

Os grupos locais que querem ingressar neste programa da FLM farão um registro e serão agrupados com outros dois grupos em continentes diferentes, mas com a mesma faixa etária (acordos de acompanhamento serão respeitados). Os grupos irão receber um material, em diferentes línguas, que servirá de apoio para o trabalho dos grupos locais. Este trabalho será de 6 meses. Os grupos podem ajustar o tempo de acordo com as férias, etc. A comunicação será através de correio eletrônico ou outro meio via Internet. Os grupos que têm dificuldade em acessar a internet irã receber um pequeno subsídio para cobrir as despesas.

A conexão global

No blog da FLM ou Facebook, os grupos poderão publicar suas experiências e ideias. Assim se formará uma comunidade global em ação. Os grupos serão contatados pela FLM várias vezes ao longo deste ano. Em muitas igrejas existem contatos que podem fornecer suporte ao idioma nativo.

Quem pode participar?

Os grupos de jovens (preferencialmente entre 15-30 anos) cujas igrejas são membros da Federação Luterana Mundial. Um membro do grupo deve ser capaz de se comunicar em Inglês. Os participantes precisam ter acesso à Internet mesmo que esporadicamente.

Programa
20 de janeiro de 2011 – As inscrições estarão abertas.

01 de Abril de 2011: Prazo limite para se inscrever. Os grupos serão formados.

01 de maio de 2011: Lançamento do programa Juntos com a FLM

31 de outubro de 2011: Dia da Reforma – Conclusão da FLM juntos

Todos os grupos que se inscreverem deverão comunicar à IECLB por e-mail (secretariageral@ieclb.org.br) que estão participando desse programa. Material para obter informações mais detalhadas está disponível no site http://lwfyouth.org

Aguardamos sua inscrição.

Atenciosamente,

Cat. Débora Raquel Klesener Conrad

Secretária de Formação

Publicado por: Thomas Kang | outubro 20, 2010

Apresentação das Intercambistas e Voluntárias da

Apresentação das Intercambistas e Voluntárias da

Paróquia Luterana de Belém/2010

Julia Sörensen

O meu nome é Julia e eu tenho vinte anos. Eu estou aqui com a igreja luterana da Suécia. Eu vou ficar no Brasil três meses. Cinco semanas em Belém e cinco semanas em Carazinho, no Rio Grande do Sul. Em Belém eu estou trabalhando com três projetos com crianças e adolescentes. Eu gosto muito de trabalhar aos projetos. Na Suécia, a nossa comunidade não tem muito trabalho com adolescentes, e por isso eu acho que o trabalho aqui é uma grande inspiração para mim. Eu gosto que as pessoas que trabalham com os projetos são muito motivadas.

Ellen Karstens

O meu nome é Ellen Kartens e eu tenho 20 anos. Sou da Alemanha de organização  ,,Nordelbisches Missionszentrum (NMZ) em Hamburgo e vou ficar um ano com o programa que se chama,, “weltwärts” (direção ecumênica) na Paróquia Luterana em Belém. Lá eu estou morando e trabalhando durante este ano.

Eu estou trabalhando na Vila da Barca (flauta, dança, percussão), Icuí-Guajará e Iaçá durante as semanas. O prazer para mim é quando as crianças diferentes gostam de participar nos projetos. Por exemplo, foi muito bonito quando eu cheguei e todas querem saber alguma coisa da minha pessoa, apesar de eles ainda não me conhecem. O interesse das crianças nas coisas novas é muito grande. Elas são muito abertas e esta emoção é uma boa base de trabalho eu acho. Eu percebo que as pessoas da paróquia, os educadores e educadoras vivem a cultura brasileira enquanto trabalham. Isso é fascinante porque eles

Investem  muita energia e forca para o seu trabalho nos projetos e eles fazem muitas coisas voluntariamente. Sem duvida vai ser um tempo muito especial e bonito para mim e eu vou aprender muitas coisas da vida. Muito obrigada para a possibilidade de estar aqui com vocês e para a alegria e a honestidade de tudo mundo.

Beijos, Ellen

 

Medea Tenberg

Oi,

Eu sou Medea Tenberg, tenho 21 anos e estou estudando em Alemanha Pedagogia da Religião. O Estagio aqui é uma parte do meu estudo. Eu acho que é muito interessante e aprender mais sobre a outra cultura por mim especialmente como as pessoas aqui estão fazendo a culto. Eu gosto muito do trabalho em projetos, no Icuí e participar no Grupo de intercambio. Eu sinto que estou aprendendo cada dia muito sobre Brasil, as pessoas aqui, mas também sobre minha personalidade, meu país e minha fé.

 

Belém/PA, 18 de outubro de 2010.

 

Medea, Julia e Ellen

 

Publicado por: Thomas Kang | outubro 19, 2010

Experiência ecumênica internacional para jovens

  Seja um steward do Conselho Mundial de Igrejas em 2011.

Se você é jovem entre 18 e 30 anos e gostaria de trabalhar em um evento ecumênico internacional inscreva-se para participar do programa de stewards do CMI em 2011.

O programa é uma oportunidade de aprofundar os seus conhecimentos sobre o movimento ecumênico e renovar o seu compromisso através da participação em um evento a nível internacional.

O programa de stewards acontecerá durante a Convocação Ecumênica Internacional da Paz (Internacional Ecumenical Peace Convocation- IEPC), que será realizada em Kingston, Jamaica, 12-26 Maio de 2011.

O encontro irá reunir cerca de 1000 participantes de todo o mundo para celebrar as realizações da Década para Superação da Violência, que começou em 2001, encorajando os indivíduos e as Igrejas a renovar seu compromisso com a paz, a não-violência e a justiça. Serão selecionados quarenta e cinco participantes, sendo um terço dos quais vindos da Jamaica e do Caribe, que auxiliarão na organização do evento em diversas atividades como: documentação, entrega de mensagens, assessoria de imprensa, etc. O programa irá proporcionar um espaço de encontro ecumênico, aprendizagem e discussão.

O prazo final para candidatar-se ao programa é 30 de novembro de 2010.

O que é necessário: Inglês, pois é a língua de trabalho do programa e um bom conhecimento será exigido dos candidatos. Os stewards precisam estar preparados para suportar um intenso programa de atividades e um longo e cansativo dia de trabalho. A paciência, a capacidade de trabalhar com pessoas de outros países e culturas e uma vontade de trabalhar juntos como uma equipe é essencial.

Interessado/a?

Entre no site do Conselho Mundial de Igrejas e baixe o folheto informativo para saber mais detalhes e fazer a sua inscrição (em inglês): http://www.oikoumene.org/en/programmes/the-wcc-and-the-ecumenical-movement-in-the-21st-century/youth-in-the-ecumenical-movement.html

Site do CMI: http://www.oikoumene.org/en/home.html

Site da IEPC: http://www.overcomingviolence.org/en/peace-convocation.html

Daniele Schmidt Peter 

 intercamista da IECLB na Federação Luterana Mundial – FLM

Genebra- Suíça

Publicado por: Thomas Kang | agosto 27, 2010

Assembleia da FLM – Dá-nos hoje o pão nosso de cada dia,

Dá-nos hoje o pão nosso de cada dia,

no contexto da  Pré Assembleia de Jovens da Federação Luterana Mundial

Fazia calor em Dresden e nós estávamos por lá ! Éramos cerca de 100 jovens oriundos de quase todos os cantos do mundo. Stewards e delegados de acordo com a forma que participaríamos na Assembleia Geral da FLM, estivemos reunidos durante uma semana representando nossas Igrejas,   preparando-nos para a Assembléia e discutindo assuntos importantes da juventude atual. Foi um espaço de discussão, de partilha, de descoberta, de vivências e afirmação da fé.

Uma das grandes metas do encontro era a escrita da mensagem endereçada diretamente à Assembleia, onde os jovens tiveram voz e vez de expressar as principais questões que afligem a juventude atualmente e principalmente, as questões que julgam importantes serem discutidas e trabalhadas pelas comunidades luteranas no contexto atual. Os jovens votaram entre diversos temas que foram levantados pelo grupo como relevantes e escolheram os três seguintes : sustentabilidade, justiça de gênero e o papel do jovem e a visibilidade da FLM.

Refletindo sobre o tema da Assembleia « Dá-nos hoje o pão nosso de cada dia », discutiu-se que o conceito de sustentabilidade se relaciona diretamente com a capacidade atual de desenvolvimento social sem comprometer a sobrevivência das gerações futuras, relacionando-se não apenas ao cuidado com o meio ambiente e a criação de Deus, mas também com conceitos fundamentais como a segurança alimentar ou a distribuição justa dos recursos. Os jovens dirigiram-se a Assembleia sugerindo que a FLM explore a viabilidade de reuniões virtuais, para diminuir o gasto de recursos, bem como o investimento em bancos e fundos éticos e ecológicos.

Na questão da justiça de gênero, os jovens vêem a necessidade de afirmação do direito de mulheres e homens bem como a capacitação para a responsabilidade sexual. Os jovens chamaram as Igrejas a assumir um papel na educação de homens, mulheres e jovens para a responsabilidade com seus corpos e para a denúncia da comercialização do corpo na mídia, principalemnte para mulheres e crianças. Além disso, a juventude reafirma que a política de representação por cotas nas atividades da FLM, que define 40% dos representantes em atividades e também na equipe FLM sejam ocupadas por mulheres, deixe de ser apenas respeitada simbolicamente, mas que a justiça de gênero seja um compromisso dentro das Igrejas membro da Federação.    

Quanto ao papel da juventude e visibilidade da FLM, argumentou muito para a transparência da eleição dos delegados e stewards dentro das Igrejas. Aqui surge também a questão dos problemas de comunicação entre as igrejas-membro e a FLM, onde debateu-se a necessidade que seja estabelecido na prática o uso das  quatro línguas oficiais da Federação Luterana Mundial : Inglês, Francês, Espanhol e Alemão. Além disso, a possibilidade de criação de comissões regionais de jovens em cada uma das regiões foi sugerida.

O processo de participação na Assembleia, com a escrita da mensagem e a organização da forma de apresentação da mesma, aconteceu durante o trabalho em grupos nas oficinas. Os jovens escolheram em que grupo gostariam de contribuir e participar e estiveram empenhados em  criar a melhor forma de protagonizar esse momento.

Outro momento interessante foi uma noite de debates sobre homossexualidade, onde observou-se uma grande diferença de pensamento entre os jovens, principalmente aqueles que provém de uma região e realidade bastante diferente. Verificou-se que realmente a questão dos direitos humanos é algo muito importante de ser debatido nas nossas comunidades, principalmete, para que mantenhamo-nos unidos em uma comunhão como a FLM.

Finalmente, foi um momento de unir os jovens luteranos em todo o mundo, criando uma rede que é também fundamental para o funcionamento do dinamismo da comunhão global em Cristo. Através de grupos de estudo bíblico misto entre as diferentes regiões, da integração com a juventude luterana da Saxônia, na Alemanha( que se empenhou muito para receber o encontro e fazer o grupo se sentir em casa, preparando uma visita guiada pela cidade de Dresden e a apresentação dos projetos desenvolvidos pela Igreja Luterana na região) foi possível aprender um pouco mais da cultura  e da vida dos demais participantes.  Momentos de trabalho e diversão que enriqueceram a nossa fé e conhecimento da comunidade luterana. O desafio da juventude é demonstrar a coerência entre aquilo que dizem, pensam e fazem. Como disse uma jovem steward dos Estados Unidos : Se você receber um email de sua Igreja convidando a fazer parte da representação em um evento mundial : Faça isso !

de Genebra-Suiça

Daniele Peter – estagiária da FLM

A pedido da Sibeli Diefenthaeler, uma das representantes da IECLB na Assembleia da Federação Luterana Mundial (que terminou nessa semana! http://www.lwf-assembly.org/), aqui estão dois vídeos que mostram que estamos bem representados. Os e as jovens cantam em plenária uma canção que muitos aqui na IECLB conhecem. Vocês poderão ver as jovens  Sibeli Diefenthaeler, Raquel Kleber, Sheila Potin, Daniele Peter e Débora Ludwig liderando a canto. No outro vídeo, Sibeli explica um pouco sobre a canção e seus sonhos enquanto jovem luterana e brasileira.

Publicado por: Thomas Kang | julho 28, 2010

Tenda no 20º Congrenaje

No último Congresso Nacional da Juventude Evangélica da IECLB (20º Congrenaje) ocorrido conjuntamente com o 6º Fest’Art em Maripá/PR, os intercambistas puderam montar uma tenda no primeiro dia do evento, que ocorreu de 18 a 22 de julho de 2010. Todos os dezoito sínodos da IECLB tinham tendas e os jovens eram convidados a passar por todas elas, a fim de conhecer os outros sínodos e também para conhecer os programas de intercâmbios mantidos pela IECLB com outras organizações mundo a fora.

Danieli, Thomas e Grazi

Danieli, Thomas e Grazi

A tenda de intercâmbios esteve sob os cuidados de Danieli Weirich, Graziela Bobsin e Thomas Kang. As duas primeiras jovens foram intercambistas que participaram do programa da IECLB com a Igreja da Suécia, enquanto que o último jovem esteve representando a IECLB em reuniões do Conselho Mundial de Igrejas.

Na tenda estavam expostos diversos objetos e documentos trazidos de diversos lugares do mundo, uma vez que alguns outros intercambistas que não puderam aparecer no Congrenaje enviaram o que puderam. Estavam pendurados atrás das mesas frases de alguns dos intercambistas como Carlos Fehlberg, Edmar Kampke e Júlia Mueller sobre a importância que os programas tiveram na vida e na fé deles. Carla Schöninger e Carlos Fehlberg também enviaram folhetos explicando quais foram suas atividades na Federação Luterana Mundial e na Suécia, respectivamente. Alessandra Figueira e Edmar Kampke também enviaram apresentações e vídeos sobre suas atividades nos Estados Unidos e na Suécia.

Jovens do Sínodo Vale do Itajaí interessadas nos intercâmbios

Jovens do Sínodo Vale do Itajaí interessadas nos intercâmbios

Muitos jovens não tinham qualquer informação acerca da existência dos intercâmbios, o que revela as falhas de comunicação ainda existentes dentro da IECLB. As informações, que saem da Secretaria Geral e vão para os sínodos, muitas vezes não alcançam, por algum motivo, as comunidades e os jovens. Como vocês podem ver em umas das fotos, muitos jovens demonstraram grande interesse nos programas existentes, fazendo inúmeras perguntas para os intercambistas que estavam cuidando da tenda.  Foi um excelente momento para divulgar para centenas de jovens as oportunidades que a IECLB e entidades parceiras oferecem, a fim de que mais jovens se tornem lideranças capacitadas dentro de nossa Igreja e participantes ativos na Missão de Deus.

Thomas Kang

P.S.: Se eu esqueci de mencionar alguém, me avisem que eu corrijo! =P

Publicado por: Thomas Kang | junho 22, 2010

Voltando para casa

Nos dias 24 a 29 de maio mais uma vez estivemos todos reunidos na Folkhögskola em Sigtuna. Antes disso, porém, cada um de nós, intercambistas, passamos novamente pelo processo de despedida de nossas comunidades, de nossos novos amigos e de tudo aquilo que ali construímos durante aquelas semanas. Particularmente posso afirmar que foi um momento de sentimentos muito confusos. Neném e eu fomos muito bem recebidas em nossa segunda comunidade de Mariefred. Nossa supervisora se tornou muito próxima e amiga. Ela era incansável quando se tratava de nos proporcionar as melhores oportunidades e atividades. Nesse segundo período tivemos também a oportunidade de encontrar os quatro jovens suecos que estiveram no Brasil em 2009. Esses foram, sem dúvida, alguns dos dias mais animados de todo nosso intercâmbio e dos quais já sinto muita falta. Além disso, a família que me recebeu e me hospedou acabou se tornando minha própria família na Suécia. Ali realmente me sentia em casa e lembro-me com saudades de nossos jantares que duravam 3 ou mais horas por causa de nossos intensos diálogos. Mas já era quase hora de estar novamente com nossos amigos do grupo e de voltar para casa, isso nos animava. Assim, à medida que fomos reencontrando nossos amigos e colegas de intercâmbio na escola em Sigtuna, todo o sentimento de tristeza pela despedida desapareceu. Estes últimos dias foram cheios de atividades.

As avaliações do intercâmbio já iniciaram no primeiro dia, sendo que foram utilizados vários métodos para verificar o que vivemos e como nos sentimos durante esses três meses em um país totalmente diferente do nosso e também em uma Igreja que celebra e vive uma realidade diferente da IECLB. Além das programações formais realizadas na escola, também tivemos nossos momentos de descontração. Na terça-feira, dia 25, as coordenadoras Maria e Malin, e a tradutora Sanna, acompanharam todo o grupo em um dia diferente na capital Estocolmo. Visitamos o Castelo e Igreja da família real, fizemos um passeio de barco passando pelos principais pontos turísticos da cidade e ainda aproveitamos algumas horas num parque de diversões. Mas o divertimento não terminou por aí! As “reuniões extras” do grupo aconteciam praticamente todas as noites e invadiam a madrugada com muita conversa, risada e música. Isso, com certeza, fortaleceu ainda mais a união e os laços de amizade entre o grupo. Na madrugada do dia 29 aos poucos tivemos que nos despedir. O primeiro grupo que deixou a Suécia foi o da Tanzânia, depois os Filipinos, os Costarriquenhos e, por fim, nós brasileiros. As músicas que cantamos juntos e que marcaram nossos dias, somadas, dessa vez, a lágrimas predominaram naquele momento. De volta ao Brasil, também nós tivemos que nos despedir uns dos outros para voltar às nossas diferentes regiões de origem. Depois de tudo isso o que ficou gravado, com certeza, é toda a alegria vivida e as amizades verdadeiras que não diminuíram de intensidade apesar de toda a distância que agora nos separa. Hoje, novamente juntos às nossas famílias, aos nossos amigos e também de volta à nossa comunidade luterana brasileira estamos cheios de vontade de compartilhar os bons momentos desse intercâmbio, assim como também fazer uso das experiências e do aprendizado em nossas comunidades e Sínodos. Cada um de nós tem agora a tarefa de dividir o que somamos na Suécia. Nosso objetivo depois de tudo que recebemos durante o intercâmbio é de, no mínimo, partilhar e trocar experiências dentro da nossa Igreja e de, quem sabe, conseguir, de alguma forma, melhorar ainda mais nosso jeito de ser luterano e de ser IECLB. Estamos à disposição para isso. Agradeço mais uma vez a todos os novos amigos e amigas, agora distantes, pelos dias maravilhosos juntos, obrigada à IECLB pela oportunidade e obrigada à Svenska Kyrkan por cada momento e por ter acrescentado tanto em minha vida.

 

Danieli Weirich 
Pelos representantes da IECLB no intercâmbio da Suécia – 2010

Publicado por: Thomas Kang | abril 28, 2010

Notícias de Genebra 2 – estágio na FLM

Olá amig@s
Aqui na Suíça a primavera está chegando e têm feito dias perfeitos. As árvores começam a ganhar cor e você pode encontrá-las nas mais variadas cores em todos os lugares na cidade, juntamente com tulipas super exóticas, lindas…Como a paisagem ajuda! Final de tarde é uma pedida pra uma boa caminhada nos parques ou a beira do Lago de Genebra, onde você pode sempre encontrar pessoas de diversas nacionalidades, falando suas línguas , juntamente com brasileiros, é claro!!

Na  FLM temos bastante trabalho. Além das preparações da Pré Assembleia, temos também vários outros projetos aqui na Youth Desk, nos quais eu também colaboro. Uma novidade é que estamos trabalhando em uma proposta de projeto junto com a UNAIDS. O Programa da ONU contra a Aids. Semana passada estivemos em uma reunião na sede da UNAIDS e, embora o caminho para este projeto seja um pouco difícil, fiquei realmente muito feliz em participar em uma reunião dentro de uma das organizações da ONU, aqui em Genebra. 🙂

Fora isso, estou estudando muito inglês (diariamente) e também iniciei o curso de francês!
Deixo aqui o endereço do blog que criei. É simples, mas onde procuro colocar um pouco das coisas que venho vivenciando aqui nesse mundo diferente, no meu trabalho e também junto com os novos amigos. Para quem quiser visitar e saber mais notícias: http://danielepeter.blogspot.com/

Beijos e abraços com saudades!!! Daniele Peter.

Older Posts »

Categorias